segunda-feira, 29 de junho de 2009

Redes sociais

Oi gente,


tudo bem?!


Continuando a discussão sobre redes sociais. Coloquei uma nova enquete.

Gostaria de saber a opinião crítica de vocês.

Como vocês acham que seria a rede social do futuro?


Abs e bjs.

32 comentários:

  1. Espero que as redes sociais do futuro sejam, sem fakes, sem spam e com uma segurança maior.

    Não há muito o que mudar, na estrutura dos sites, cada um tem sua característica, misturar tudo para tentar algo inovador, acho eu, que deixaria muito poluido e confuso para o usuário.

    Uma coisa que seria legal, seria a possibilidade de criar profiles para empresas, com intuito de divulgar, pesquisar e entender mais do target. Um profile especial, incluindo algo com o Insight do Google. Acho que seria interessante =P.

    Abraço a todos.

    Jeferson Yamamoto

    Jef =]

    ResponderExcluir
  2. Jef eu espero o mesmo que vc, mais segurança, porém infelizmente acho que isso só tem a diminuir com a evolução das redes sociais a privacidade fica cada vez menor, o ideal seria que fossem criados sistemas que nos dessem mais segurança dentro das redes como por exemplo no orkut suas fotos não deveriam poder ser copiadas, tudo bem que vc pode restringir suas fotos para serem vistas apenas pelos seus amigos; mas e se o orkut do seu amigo for rackeado, suas fotos podem ser copiadas por qualquer um.
    Mas eu acho que o que vai crescer bastante vai ser a simultaneidade e agilidade das redes e creio que um meio que tem potencial pra crescer com redes sociais é o de celulares, assim você poderia selecionar alguns amigos e receber os recados que eles deixassem, no seu orkut por exemplo, via sms. Pq às vezes vc deixa um recado pra alguém e aguarda uma resposta mas não terá acesso à internet depois então pode receber essa resposta no seu celular.

    =Dani

    ResponderExcluir
  3. Vixiiiii, essa foi complicada hein... queria eu saber para investir nela e ficar milionário... shuashuasha

    O mais difícil, para descrever uma futura rede social, é saber em qual público ela se enquadra. Ja que os "twitters" mais assíduos criticam, exponencialmente, o orkut. E o orkut, na europa, é conhecido como "brazilian facebook", ou seja, lá eles tb não gostam muito não... Maaas, aqui no Brasil virou febre o azulzinho. Li hoje um comentário no twitter que dizia:

    - lembra aquele trocinho que usávamos para nos comunicar?
    - ah, o pager!
    - não não... ah, lembrei... o orkut.
    (Eu sei, não foi muito engraçado)

    O twitter é uma rede social que eu gosto muito, gosto de saber o que as pessoas leem e suas opiniões sobre os diversos assuntos. Dou mais gargalhadas do que aprendo algo, mas tá valendo.

    Acredito que o orkut tenha suas vantagens, por exemplo, tem amigos meus lá que não tenho contato pessoal algum... as vezes trocamos um ou outro scrap, acredito que tenha virado uma espécie de e-mail público, já que muitas vezes escrevemos coisas achando que ninguém vai ler... e, aí sim, todo mundo lê...

    Mas, fora isso, não vejo nada de interessante não... acho o facebook mais interessante, até tenho um e quero ver se, algum dia, dou mais atenção para ele. Sabe, tipo bichinho virtual, ir lá só pra alimentar.

    Acredito que a nova rede social seja uma mistura destas redes sociais, onde o que fazemos e nossas opiniões fiquem mais explícitas, cada vez mais. Já que, para muitas empresas, essas redes sociais já são utilizadas como banco de dados de pesquisas. Como o Jef disse, também gostaria que essa nova rede social tivesse menos fakes e spams, mas sempre vai ter o camarada que tem espírito de porco (expressão interiorana, acredito).

    Uma nova rede social deveria seguir o conceito do nome, a risca. ser uma rede social, ou seja, da sociedade.

    E para finalizar, eu acredito que o google será o dono dessa nova rede, já que seus donos são o Pink e o Cérebro (http://3.bp.blogspot.com/_cW3R56jT1ao/SA-DTTe83SI/AAAAAAAAAB0/YFLDOdiSaL4/s400/pink.jpg).

    Valew pessoas....

    ABRAÇÃO / BJAUMZAUM DO ALLE

    ResponderExcluir
  4. Bom, as redes sociais do futuro serão sem muita novidade, ou seja, acho que não tem muito mais que evoluir. Surgirão mais e mais.
    O Problema é que as redes sociais atrapalham na convivência de seres humanos. Muitas pessoas preferem trocar um final de semana em um parque, ou qualquer lugar que seja, com amigos e familiares para passarem horas e horas em frente um computador. Muitos problemas para a sociedade surgirão também, pessoas aproveitaram de um meio de contato instantâneo para cometer crimes. Tenho medo disso, mais é um importante meio de contato e relacionamento.

    ResponderExcluir
  5. na minha opinião, novas redes sociais virão com novas tendências.... hoje você diz que o twitter é a febre do momento.
    Mentira? Não mesmo... mas pq ela, e não o facebook? Afinal, pq o facebook não se tornou tão popular no Brasil?
    Comodidade... ninguém quer fazer um facebook se temos o orkut, que aqui virou febre primeiro...
    Assim como um próximo microblog não fará sucesso como o twitter. Além das especulações de que o Google quer comprá-lo (abro esse espaço para dizer "o que o Google não quer comprar?"), o twitter foi pioneiro e gera conteúdo e te da as possibilidades de você escolher quem você quer receber os updates.

    Uma rede social do futuro? Não sei, acho que todo portal poderá virar uma rede social... Então vamos por partes:
    Pegarei como exemplo o portal UOL.
    Cada internauta poderá criar seu perfil dentro do portal UOL e optar pelo conteúdo que mais te agrada.
    Criando seu perfil e tendo suas preferências, sua home do uol será exclusiva.
    Ex:
    Eu tenho preferência por esportes, tecnologia e carros. Na minha página inicial do UOL poderá ter os destaques em futebol, tecnologia e carros recém-lançados.
    Além disso, o portal poderá optar por mídia focalizada. Como no MSN, temos o Behaviour Target, que coleta dados e histórico de navegação do usuário e consegue encaixá-lo em um certo perfil e a agência pode optar por mídia exclusiva desses usuários se for realmente pertinente. Enfim, essas coisas vocês sabem! hehehehe (se não souberem, eu sei e posso ensinar, basta me contratar - momento piada para quebrar o clima de discussão)
    Além disso, o UOL continuará o mesmo, mesma cara, talvez mais moderna, mais clena, mais web 3.0, não sei... só o futuro poderá nos dizer. Mas o conteúdo completo estará lá se você quiser ver, talvez você possa optar por não ter acesso e deixar seu perfil do UOL mais compacto e direcionado o possível.

    Acho que é isso, não acho impossível e até acho interessante.. mas é algo a se pensar e planejar com muito mais cuidado.

    ps: se alguém roubar minha idéia, saiba que dei printscreen nisso e poderei processá-los!
    hehehehe


    Brincadeira, gente.
    Beijos

    Thiago Klein

    ResponderExcluir
  6. E só um adendo, e já adianto que não quero criar intrigas, mas eu discordo do que o Alle disse sobre a opinião dele de que a nova rede social seja uma mistura de várias redes juntas.
    Acho que isso te faz perder o foco e o real objetivo daquela rede. O orkut era bom quando se era apenas um local para se encontrar velhos amigos, lhes mandar um recado e colocar fotos e compartilhar isso com seus amigos e pessoas alheias na rede. Mas com o tempo, banalizou-se. Uso até hoje e gosto, mas acho que os aplicativos e todas as "parafernalhas" que colocaram nele, deixaram ele sujo e sem um foco real.
    Por isso acho que uma rede social tem que ter objetividade no que se faz e não sair atirando para todo lado.

    E o mais importante para nós, publicitários, é saber cortar as asas do cliente. Porque hoje em dia é sonho de consumo do cliente querer ter um twitter, um blog ou estar inserido em alguma rede social, mas é importante saber se é relevante, se o público da rede condiz com o público do anunciante e se o mesmo tem conteúdo relevante para levar aos usuários que visitam sua rede.
    Se não tiver, não gaste o dinheiro com mídias sociais.... vá fazer algo mais interessante e relevante para ele.
    Temos que pensar: rede social é HYPE, está na moda, mas nem tudo é cabível a elas... então vam'bora planejar decentemente e enxergar a realidade: nem tudo que vai pra mídia social se dá bem.


    Acho que é isso. Por hoje, chega!
    Beijos,

    Thiago Klein

    ResponderExcluir
  7. Uma na qual possamos compartilhar experiências, sejam elas atuais ou passadas.

    Rodrigo Leles

    ResponderExcluir
  8. Em questão de funcionalidade eu acredito que um Orkut com as opções de layout e estilo do Myspace e velocidade de informações do Twitter.

    Agora falando na rede do futuro...

    Pra falar a verdade eu acredito que o futuro não é de apenas “uma” destas redes sociais em especifico, mas sim de uma combinação delas...
    Algumas brilham mais que outras, algumas são usadas por determinadas pessoas como ferramenta trabalho, outras para diversão e outras apenas para manter seus contatos e amigos como uma “lista de contatos”. Mas a tendência é que cada vez mais as pessoas utilizem destes meios para se relacionar e propagar suas idéias, divulgar seus trabalhos enfim acredito que é importantíssimo estudar estes meios e como as pessoas reagem a eles, qual publico utiliza, porque usa, assim podemos usar a publicidade dentro dele com inteligência e garantindo eficácia.

    Esse assunto pode render boas discussões não só sobre publicidade nesses sites, mas também sobre psicologia, design, enfim inúmeras outras coisas...

    Eu uso Orkut, Twitter, MySpace e participo de alguns fóruns pela Web. (alem do blog.)
    Em cada um eu entrei por um motivo, Myspace foi para divulgar minhas musicas, Twitter foi para ficar por dentro dos assuntos do pessoal da faculdade e trabalhos, Orkut foi para manter contato com a maioria das pessoas que eu conheço.
    Seja qual for o motivo que as pessoas usem esses meios, é fato que eles fazem cada vez mais parte da vida de todos e muita coisa ainda vai vir ai pela frente.

    Abraços

    Luan Delgado Viana

    ResponderExcluir
  9. Eu tinha uma pesquisa bacana indicando o crescimento do Facebook.
    Acredito que o orkut vai deixar de existir, ele já está em declínio faz tempo. E o MySpace tem dias contados.

    Acredito que as redes sociais, como o Twitter/Facebook, pemitem que as pessoas compartilhem descrições do mundo. Com esse intercâmbio cultural, elas desenvolvem uma realidade compartilhada. As redes são espaços de interação para propagar idéias, servem como um meio que aproxima as pessoas, faz com que elas despertem vontade de compartilhar interesses em comum, e terminam por fazer com que as pessoas discutam interesses coletivos. Por estas redes conseguimos estudar muito bem o valor que os símbolos têm, e como eles se materializam na mente das pessoas.

    Se eu quero falar de coisas que me interessam através das redes, preciso utilizar instrumentos da língua que possam combinar percepções com outras formas de conhecimento provindo de outras pessoas. É uma ação voluntária, uma atividade contínua que se faz através da interação. São expostos raciocínios que transformam o olhar da gente e produzem algo novo. Fica mais fácil dialogar e gerar interesses comuns entre as pessoas. É como se fosse um jogo, uma brincadeira, onde você testa e divide conhecimentos em comum, pra que haja uma identificação, uma participacão que chame a atenção.

    Tem um vídeo do TED que peguei no Miro, num podcast que se chama “How the Mind Works”, o vídeo se chama “Why Play Is Vital, No Matter Your Age”, com um cara que se chama Dr. Stuart Bown.

    O vídeo mostra imagens de um urso polar gordão, agressivo, encarando dois Huskies que o cercam no meio da neve. Em uma segunda imagem, os dois cachorros estão parados, aparentemente com o rabo balançando, até que de repente o urso fica em pé sobre as duas patas, e começa algo inesperado: uma brincadeira! Os cachorros começam a pular no urso, o urso abraça e morde os cachorros sem forçar, apenas uma brincaceira entre urso e cão! Dá pra perceber até a mudança de olhar do urso, como se fosse um código de conduta.

    Nos seres humanos, esse contato da brincadeira desde criança, começa a ativar uma parte do lado direito do cérebro. Conforme essa criança vai crescendo, a complexidade do humor e das brincadeiras vão sendo desenvolvidas através deste ponto para a vida toda.

    O cara dá um exemplo de dois consultores, um neurologista chamado Frank Wilson e um mecânico chamado Neil Johnson. Eles foram pra uma universidade, investigar porque os estudantes eram incapazes de resolver problemas manuais, como consertar um carro, e descobriram que os estudantes não usavam as mãos, não brincavam na infância com as mãos, não tiveram prática. Acho que faltou praticar a infância mesmo.

    No vídeo é citada uma palavra, Neoteny, que são as qualidades de imaturidade que ficam retidas no ser humano, e que fazem com que possivelmente nos diferenciemos dos outros animais. Através de estudos, fica provado que somos mais úteis, flexíveis, e os mais brincalhões, o que faz com que sejamos mais adaptáveis ao meio.

    Voltando ao assunto, acho que os jogos e as brincadeiras estarão mais presentes nas redes sociais com o objetivo de entreter mais as pessoas. Compartilhar informações, críticas, mensagens e links relevantes hoje deve ser uma das principais atividades entre os usuários, mas um dia o gerenciamento do volume de informações pode passar a ser mais importante e criterioso.

    Eu acredito muito nas redes sociais. E acho que elas vão acabar virando uma ferramenta de busca de conteúdo. A notícia precisa ser verdadeira, então acredito que continuarão vindo de grandes portais de notícia, assim como já encontramos hoje., mas as redes passarão a terão maior papel de influência na formação de opinião das pessoas.

    Abraço,

    Diogo Abdalla

    ResponderExcluir
  10. A rede social do futuro teria como objetivo a maximização da lucratividade, ultrapassando a barreira da socialização.
    Ela será vista mais como uma oportunidade de negócio, não apenas como um canal de relacionamento, principalmente, porque nos dias atuais são frequentes as notícias de como as Mídias Sociais poderiam aproveitar melhor o fato de serem acessadas por milhões de usuários em todo mundo. Um exemplo disso é o YOU TUBE, que ainda não consegue lucrar, mesmo com a enorme quantidade de views e uploads. O próprio Twitter ainda é uma ferramenta que tem muito a amadurecer.

    Abraços a todos!

    Leonardo Luis Sanches Corrêa da Costa

    ResponderExcluir
  11. Pensando pelo meu lado de publicitário, profissional de mídia, espero que essas redes cresçam ao mesmo passo que a internet se desenvolve, desta forma poderemos segmentar cada vez mais nosso público,tornando as campanhas mais eficazes e consequentemente vendendo mais produtos com menos investimento.
    Esses dias li uma pesquisa no CHMKT (http://www.chmkt.com.br/search?updated-max=2009-06-26T08%3A26%3A00-03%3A00&max-results=12) feita pelo site UberCEO onde analisa a penetração dos 100 maiores CEOS do mundo nas mídias sociais. O que mais me chamou atenção, entre todos os dados analisados, é que somente 02 deles tem perfil no TWITTER. Isso me fez pensar se realmente precisamos tanto dessas mídias como achamos que precisamos. Será que não é muito mais uma questão de tendência do que de necessidade? E pensando mais a frente, vejo essa como o mais novo modismo entre os jovens. No lugar de roupas de marcas, tênis da moda, sandalinha da fulana de tal, será que no futuro eles não vão ostentar quem pode ter o perfil no site tal? Acho que acima de tudo as pessoas não podem perder o laço de intereção pessoal umas com as outras. Não gostaria de ver uma geração grudada na tela dos computadores ao invés de ir para um campinho de futebol e jogar bola com os amigos, disputar uma partida de xadrez na hora do recreio, brincar de boneca, soltar pipa, jogar biloca. Essas coisas... Esses valores que nós aprendemos na nossa geração que não deveriam ser pedidos acima de tudo. Não tenho nada contra as mídias sociais, pelo contrário, só acho que como profissionais da comunicação não podemos pertimir que nasça uma geração de alienados.

    Abraçooooooo

    ResponderExcluir
  12. KKKKKK
    rede sociais
    acho legal, orkut ate vai algo que você entra se quiser coloca foto e conversa e demonstra um pouco de você

    agora parece que a febre e o Twitter
    recebo convites costantemente, e ai me pergunto sera que essa pessoa precisando de atenção, um amigo, ou sei la o que
    uma pessoa que se dedica o seu tempo de dizer o que faz a cada minuto de sua vida querendo mostra. "ela/essa" NÂO tem VIDA SOCIAL.

    rede sociais são legal. porem sinto a saudades de entra em um onibus ou metro e ve pessoa lhe dando bom dia, conversando e se conhecendo.
    as rede sociais e esse avanço tecnologico fecho essa maneira de convivencia, vc diz bom dia a pessoa que conhece e normalmente ela tem os mesmo gosto que vc tem. as rede sociais fico muito mais facil de se fechar e participar de uma TRibo sendo assim n tendo mais aquele convivio de antigamente tinha.
    è Bom e Ruim depende do seu ponto de vista
    e olha que tenho apenas 20 anos. falando de uma geração que peguei por pouco tempo.

    tambem ficou mais facil de selecionar os estagiario que estão participando neh?

    como comunidade "eu durmo no trabalho" ou "chego de ressaca no trabalho"

    rs. 141 Brigado \o/ nos veremos em breve

    ResponderExcluir
  13. Concordo com o Alle, uma rede social, deve seguir a risca seu nome e voltar-se para a sociedade...

    Creio que muitos não irão concordar, mas ainda acredito que o que mais se enquadra com o nome redes sociais aqui no Brasil é o orkut... Gente, há alguns anos nunca que poderíamos imaginar um local onde pudessemos conhecer algumas pessoas, seus interesses, as coisas que gostam, como no orkut... onde que poderiamos conhecer e saber o que gostam, nossos selecionadores, como a Laila e a Ceci... rs...
    Acho que o orkut ainda é uma rede social, bastante influente, lá podemos conhecer nosso público alvo, saber do que gostam, o que acham de certos produtos, o que pensam... além de fazer oq uma rede social deve fazer, que é interagir com a sociedade... gosto do twitter, mas ainda o considero pouco eficaz aqui no Brasil, principalmente no público adolescente, mas ainda acho que terá grande expansão.

    Uma coisa é certa, as redes sociais, irão expandir bastante e ainda irá nos surpreender bastante...

    Abraços gente! e boa sorte a todos que estão participando das dinâmicas essa semana e a próxima!

    ResponderExcluir
  14. ops esqueci de colocar meu nome no coment anterior...

    Thiago Magnus de Oliveira Silva

    ResponderExcluir
  15. Através das mídias sociais muitos emissores serão gerados, e, gradualmente o mercado e a sociedade está se segmentando, com isso, acredito que iremso ter muios emissores para muitos receptores e acredito que uma conscientização da sociedade já está ocorrendo... visão mais humanista, sutentabilidade. porém acredito que este senso crítico é pouco. Devido a isso, Acho que os conteúdos nas redes sociais seram mais ricos que os atuais, conteúdos mais inteligentes que passam mensagens realmente significantes.

    Pedro Henrique

    ResponderExcluir
  16. O futuro das redes sociais é serem cada vez mais interativas!

    Abçs.

    Bruna Ramon

    ResponderExcluir
  17. Redes Sociais no futuro. Já conhecem o TweetDeck? É pra se pensar.

    Sinto saudade da inocência do Napster, do ICQ, do bate-papo IRC , do UOL de 10 a 15 anos, rsrs.

    Abraço,

    Diogo Abdalla

    ResponderExcluir
  18. Bom espero que as redes sociais do futuro sejam realmente para se relacionar, e não acabar tendo gozações como as do orkut.
    Sem vírus no msn, entre outras coisas.
    Pois é legal você poder conversar com pessoas que conhece, e fazer novas amizades.

    Fernanda Nunes

    ResponderExcluir
  19. DIRETO DA 141!!!

    Oi gente,

    tudo bem?

    Li todos os comentários...alguém inclusive lembro das salas de bate-papo Uol 10 a 15 anos... nossa, achava um máximo. Foi o primeiro meio de comunicação para encontrar pessoas com os mesmos interesses.

    Depois veio o ICQ...lembram do barulhinho (ô ôw)? E por ai começaram né...MSN, Orkut, Facebook, Twitter....nossa, muita coisa aparecendo.

    Agora é o Facebook que também quer ter um Twitter, o Orkut que quer mais funções como o Facebook...ENFIM, todos parecem querer curar a carência de todos nós...

    Lembro-me de uma aula na faculdade em que o professor falou do tempo zero. É, hoje tudo é tão rápido, que tendemos ao tempo zero. As informações vão e vem com um click (as vezes com um toque...vejam os aparelhos touch screen...).

    Tudo é feito pra facilitar a vida das pessoas...e também para aproximá-las.

    Veja como é fácil se comunicar com aquele amigo no exterior. Melhor ainda do que telefone, que agora podemos ver a pessoa à distância..tipo Jetsons (lembram?).

    De qualquer forma, comecei falando da carência...e por aqui termino...temos centenas de pessoas em nossas redes sociais, contatos do msn...mas e as pessoas realmente próximas de vocês?

    Vocês acham que o mundo virtual realmente aproxima as pessoas?
    Ou torna os que antes estavam próximos mais distantes?

    Nossa...acho que me empolguei na resposta. Espero que faça sentido pra vocês.

    Bjs!
    Laila

    ResponderExcluir
  20. Bom Laila, acho que as redes virtuais tanto podem aproximar como distanciar pessoas...
    Já perdi as contas de quantas vezes já preferi ficar em casa em um fds batendo papo por msn, a sair com amigos...
    Ma já fiz grandes amigos virtuais e que hoje são grandes amigos reais...
    Tudo depende da forma com que você vê o mundo virtual... o importante é não se prender muito a ele, mas conseguir tirar proveito do que ele tem de bom...

    Abraços!

    Thiago Magnus de Oliveira Silva

    ResponderExcluir
  21. Infelizmente (como alguém já comentou) por conta dessas redes sociais, em vários momentos nos afastamos das pessoas fisicamente, é verdade??? Sim e não!!!

    Existe um estudo de 2002 (se não me falha a memória) que falava sobre as famílias hi-tech. Hoje muitos tem TV no quarto, computadores, aparelhos de som, notebook, ipod e demais tecnologias em seus quartos, se isolam muitas vezes para assistit um seriado ou filme, ouvir uma música... Aí, quando se encontram no corredor da casa, trocavam uma meia dúzia de palavras e está tudo bem... Ou seja, não são as redes sociais que estão afastando as pessoas do contato físico, nós já estamos fazendo isso há um tempinho...

    Me lembro das salas do UOL tb, quantos encontros às cegas (ecaaaaa) e do ICQ claroooo (o toque de msg no meu cel é aquele som magnífico)...

    Hoje em dia o bom uso das redes sociais existe, eu procuro extrair o que há de melhor, por exemplo:

    • TWITTER - sigo apenas pessoas interessantes, que escrevem algo de interessante, nem que seja piadinha (já que é sempre bom ter um bom repertório e atualizado), e fico antenado com o que tá rolando nos mundos que eu curto (games, literatura, filmes, cult, publicidade, atualidades e demais);

    • ORKUT - como a Laila falou, mantenho contato com amigos que estão em Londres, Itália, EUA, Paraná, Rio de Janeiro, Itu (shaushasha). Para marcara uma balada ou mostrar àquele site ou vídeo que achamos interessantes.

    • FACEBOOK e MYSPACE - como gosto de rock e música eletrônica sempre fico navegando nestes dois para ver o que tá rolando no mercado da música, principalmente.

    Eu acredito ainda que as novas redes sociais serão mais "presenciais" (com vídeo) ainda mais agora com o advento do 3G no Brasil.

    Espero que muitos revejam alguns conceitos de como estão cuidando as pessoas que estão mais próximas, vamos assistir um filme juntos em casa esse fds com nossos pais e/ou amigos... E use com moderação as redes sociais....

    VALEW

    ABRAÇÃO / BJAUMZAUM DO ALLE

    ResponderExcluir
  22. Acho que esses novos meios e o ritmo acelerado da atualidade que busca o tempo zero comentado pela laila, está resultando numa diferente relação entre as pessoas. Com o desenvolvimento do ciberespaço, criado pelo homem, fica visível que este ciberespaço está dominando o espaço real, e, modificando as relações das pessoas.

    Acho interesante associar esse assunto com uma projeção até conhecida, mas não por todos... o Prometeus.

    http://www.youtube.com/watch?v=xj8ZadKgdC0

    Pedro Henrique Aloi

    ResponderExcluir
  23. Acredito que o futuro das redes sociais vai se resumir em uma unica palavra Sinergia, hoje uso muito o celular pra me comunicar de Orkut a Twitter, a uns meses tinha de colocar varios aplicativos no telefone pra poder utilizar myspace, orkut, skype entre outros atualmente tenho um unico programa que faz o logon em todas as redes, se os desenvolvedores tivessem mais atenção com isso ia minimizar o hack nas contas e o fake, o que da mais segurança aos usuarios e hoje o twitter quebrou o imperio do orkut onde quanto mais amigos mais popular você era, hoje se você manda bem é atualizado e fala coisas interessantes tem um retorno maior, acredito muito no potencial do twitter onde as pessoas são mais inteligentes pois contar algo que preste em 140 caracteres não é tão simples tem de ser objetivo e sagaz, acredito que isso sera o diferencial na rede social do futuro, aquela coisa de encher linguiça vai ficar no passado e cada vez mais as pessoas vão querer fatos, ideias e opniões instantaneas...

    abraço a todos

    ResponderExcluir
  24. Boa tarde, gente!!!

    As redes sociais do futuro? Acredito que todas continuarão agregando diferenciais em design e praticidade, buscando manter seus usuários e conquistar novos usuários, uma vez que já existem muitas redes sociais que os usuários podem escolher e no futuro com certeza serão mais e mais.

    Acredito também que elas serão cada vez mais utilizadas como ferramenta de marketing.

    Sobre a questão da Laila vou dizer uma frase que minha mãe sempre diz: Tudo em exesso faz mal.
    As redes sociais aproximam as pessoas, como a Laila disse que estão longe, em outros países e as que tem pouco tempo, além de facilitarem a parceria de pessoas com os mesmos ideiais sociais, etc.

    Todavia se usadas em exesso, se deixarmos que ela substitua o contato humano,sim ela pode afastar as pessoas. Portanto tudo depende da forma que elas são utilizadas.

    Muito boa sorte a todas!!! Sucesso 141!!!

    Danyelle Fioravanti

    ResponderExcluir
  25. Acredito que as redes sociais serão mais completas e por exemplo: A possibilidade de manipular imagens sem o uso do Photoshop, pois o programa estará via web, essa é uma intenção da Web 3.0 e já acontece muito com o Google, a nossa HD vai agradecer.

    Jorge Vaz

    ResponderExcluir
  26. Olá galera,

    É legal pensar que essas redes procuram atender a uma necessidade do usuário, só que muitas das vezes, assim como na publicidade, você consome algo que de repente nem precisa. E a internet é isso ai.

    Acho que o Twitter é interessante não somente por estar em evidência, mas por conseguir atender as necessidades de outro público que não era cativado por outras redes sociais.

    Ontem fui no encontro do #forasarney no vão do MASP. Queria entender a força do twitter para encontros reais. Conversei com muitas pessoas sobre, e minhas conclusões são as seguintes:

    1. Mídia jovem

    Conseguiram chamar atenção de uma mídia importante, vai aparecer em jornal, revista, e TV (diga-se MTV/Didi).

    2. Faltou amor!

    A sensação que ficou é que faltou planejamento, organização, e amor! Amor porque é mais fácil aparecer #chupa no TT do Twitter, do que #forasarney. De qualquer forma, é ponto positivo. Nunca ouvi falar de outro encontro espontâneo organizado pelo twitter, sem a menor possibilidade de mensurar o tamanho da coisa. Foi interessante.

    3. Democratização da informação

    Percebi que o twitter realmente consegue chegar em um público diferenciado. Acho que entre os 20 e 30 anos, uma galera que curte formar opinião PELA INTERNET, mas ao vivo, a figura muda. Eram folhas de sulfite anunciando o tag #forasarney, e só.

    4. Aprofundamento nas discussões

    Acho legal os movimentos gerados pelas redes, mas muitas vezes são rasos. Cheguei como quem não sabia de nada, e fui coletando informações. Poucos sabiam explicar o #forasarney direito, não conheciam a história do cara, e não sabiam dizer muito bem o que esperavam através do encontro.

    Neste link abaixo tem um tópico falando da guerra blog x twitter.

    http://www.shinyshiny.tv/2009/06/5_reasonstwitte.html

    Acho que serve como referência pra mostar que é característico essa falta de embasamento teórico que temos exposto pela internet, o que deve ser natural, justamente pela internet ser um meio para se encontrar respostas rápidas e práticas.

    Talvez esta possa ser umas das razões das redes sociais. O cara não tem opinião ainda formada sobre algum assunto, pra criticar, debater algo. Você precisa de dados e de informação pra defender suas afirmações, ler bastantes, então o que você faz? Segue pessoas, busca referências práticas. No twitter é acho que é assim.

    Laila, você podia lançar um debate sobre o twitter na política. Não falta dados pra falar sobre as eleições no Irã, o blog do Lula com twitter, que vai ser lançado este mês, e tem o #forasarney, que é o Brasil testando as redes. E o twitter sendo utilizado como ferramenta de poder.

    Daqui a pouco ja to falando de Biopower, Weber, rsrs.

    Abraço,

    Diogo Abdalla

    ResponderExcluir
  27. Oi pessoal,

    A internet realmente é fantástica. Somos dependentes de tal meio. É engraçado pensar que na época de nossos pais não existia, e que hoje eles acham um absurdo falar com outra pessoa em tempo real (meu pai acha,pois é), através de uma tela de computador. Ou enviar uma carta sem ir ao correio, rs (e-mail). E também, claro, conhecer alguém visualizando algumas páginas na internet.

    Web 2.0 é assim: Interatividade, rápidez e comodidade,tudo isso em tempo real (Nossa parece slogan de propaganda...Afff, rsrs).

    Mas já se escuta falar por aí em Web 3.0. O que seria isso? Áh, um uso mais consciente, inteligente e organizado, do conteúdo disponibilizado na internet. No entanto, ele foca mais o site que o usuário.

    Então, pensando de maneira lógica, as redes sociais do futuro possuíram conteúdos organizados e apropriados, proporcionando maior acessibilidade, usabilidade, interatividade e segurança ao usuário e no site. E a tendência é evoluir, rs.

    È isso,
    Abraços,
    Cíntia Pereira.

    ResponderExcluir
  28. Eu acredito que seremos as redes sociais, estaremos conectados biologicamente com as tecnologias, estarão inseridas no nosso corpo, mundo real e virtual estarão separados por uma linha mais tênue ainda. Não estou falando de virarmos robôs, mas quem sabe não vira moda, já temos tecnologia para isso, falta tornar viável e culturalmente aceito. E você, toparia essa?

    Felipe Vieira Sampaio
    Redman

    ResponderExcluir
  29. Curioso com o que o fulano havia mencionado sobre o programa tweet deck, chego a conclusão que ao que parece o Ale está certo!Pois este software se virar moda está deixando o twitter com uma cara um pouco mais próxima do orkut.Eu sei que há controvésias mas apoio o Ale!

    Acho que vai haver algo como um benchmarking entre as redes sociais afim de saber quais são as essenciais necessidades destas sociedade virtuais que vivemos.

    Particularmente eu vejo que nenhuma delas ainda explorou devidamente o potencial da indústria do jogos.é um dos poucos mercado que nao foi afetado pela crise.Acho que pode ser uma potencial ferramenta para suprir justamente o que a Laila comentou sobre a nossa carência.

    Imaginem um myspace com um jogo similar ao guitar hero para cada banda e um campeonato entre os usuários.Poderia ter um considerável buzz :)

    Um grande abraço para todos!

    ResponderExcluir
  30. Acredito que no futuro as pessoas irão interagir mais com essa segmentação de usuários, sentirão a necessiadade de socializar-se e acredito que as redes sociais continuarão cumprindo seu papel. No futuro as comunidades sairão da web, e não será incomum encontrar pubs e clubs dedicados por exemplos a fãs de Beatles e pessoas que não gostam de acordar cedo

    ResponderExcluir